Quarta-feira, 17 de Julho de 2024
Telefone: (54) 3381.1550
Whatsapp: (54) 9 9940-1045
Curta nossa página no Facebook:
Clique para Ouvir
Tempo nublado
25°
17°
25°C
Soledade/RS
Tempo nublado
Ao Vivo:
Notícias

Advogada é presa suspeita de ser mandante do ataque a promotor em Teutônia

Jair João Franz foi baleado em 17 de agosto dentro do carro quando chegava em casa
Advogada é presa suspeita de ser mandante do ataque a promotor em Teutônia
24.08.2023 09h57  /  Postado por: Departamento de Jornalismo

Uma advogada foi presa por suspeita de ser uma das mandantes do ataque ao promotor Jair João Franz, que foi baleado em 17 de agosto, em Teutônia, no Vale do Taquari.

Em operação realizada na manhã desta quinta-feira (24), a Polícia Civil cumpriu 14 mandados de busca e apreensão e prendeu três suspeitos. A motivação do crime seria uma antiga desavença da advogada e de um preso com o promotor.

O detento José Isidoro Kovalski, que tem histórico de ameaças a autoridades, se considera perseguido por Franz e teria dado a ordem de dentro da prisão.  A investigação encontrou conversas entre os dois em que estariam tramando a morte do membro do Ministério Público.

Na última terça-feira (22), a advogada suspeita, Daiana Silva Toledo, procurou o hospital de Estrela para se internar, dizendo estar com “ideias suicidas”. Na manhã de hoje, teve alta e logo recebeu voz de prisão.

Ela teria desavenças com o promotor, ao menos, desde 2018. Há, inclusive, uma postagem em que ela alega que o promotor a agrediu. Daiana postou um relato nas redes sociais. Disse que estava em um evento público quando Franz teria tirado o celular de suas mãos.

O terceiro preso é Éder de Souza Lucas, identificado na investigação como sendo o atirador. Ele teria ido até as proximidades da casa do promotor de moto e, depois, ficou à espera em um matagal. A moto, um capacete e roupas dele foram apreendidos e passaram por análise do Instituto-Geral de Perícias (IGP).

 Uma câmera de monitoramento flagrou o momento em que Jair João Franz é atacado por um criminoso. Nas imagens, captadas por uma câmera da rua, é possível ver o promotor chegando em casa de carro. Um homem, ainda não identificado, sai de um matagal na frente da residência, a pé, aproxima-se do veículo e começa a efetuar os disparos. Foram 15 tiros, sendo que 11 atingiram o carro, de acordo com a perícia feita no local do crime.

A partir das 10h30min, o Ministério Público do Rio Grande do Sul (MPRS) e as forças de segurança do Estado concederão entrevista coletiva sobre o caso.

Relembre o caso

No último dia 17 de agosto, quando o promotor chegava em casa depois de uma partida de futebol, que costuma jogar com amigos quando foi baleado.

Segundo a polícia, o promotor tentou se refugiar no pátio da residência, mas foi atingido por um tiro que atravessou o braço e se alojou no abdômen. Outros 11 disparos atingiram o veículo dele.

No MP desde 2002, Franz atua há mais de 10 anos em Teutônia, localidade que reúne pouco mais de 32 mil habitantes. No município, mora com a esposa e três filhos. Titular  da 1ª Promotoria de Justiça, não tem atuação especializada em determinada área, atendendo em diferentes tipos de processos.

fonte: GZH

Comente essa notícia
Receba nosso informativo
diretamente em seu e-mail.