Quinta-feira, 02 de Fevereiro de 2023
Telefone: (54) 3381.1550
Whatsapp: (54) 9 9940-1045
Curta nossa página no Facebook:
Clique para Ouvir
Tempo nublado
33°
17°
22°C
Soledade/RS
Tempo nublado
Ao Vivo:
Geral

Mulher que matou o filho na cidade gaúcha de Planalto é condenada a mais de 30 anos de prisão

Mãe do menino deverá cumprir mais de 30 anos de prisão em regime inicial fechado. Rafael Mateus Winques, de 11 anos, foi encontrado morto em maio de 2020.
Mulher que matou o filho na cidade gaúcha de Planalto é condenada a mais de 30 anos de prisão
19.01.2023 16h03  /  Postado por: Departamento de Jornalismo

mulher acusada de matar o próprio filho em Planalto, no Norte do Rio Grande do Sul, em maio de 2020, foi condenada a 30 anos e dois meses de prisão pelo crime nesta quarta-feira (18). Alexandra Salete Dougokenski respondia pela morte de Rafael Mateus Winques, de 11 anosEntenda o caso abaixo.

Alexandra deverá iniciar o cumprimento da pena em regime fechado, mantida sob prisão preventiva. Além disso, ela também foi condenada a cumprir mais seis meses de detenção e 30 dias-multa.

Os jurados consideraram a ré culpada pelos crimes de homicídio qualificado (motivo torpe, motivo fútil, asfixia, dissimulação e recurso que dificultou a defesa), ocultação de cadáverfalsidade ideológica e fraude processual.

Segundo o advogado de Alexandra, Jean Severo, a defesa deve recorrer da condenação e pedir a anulação do júri.

Do lado de fora, integrantes da promotoria, responsável pela acusação, foram recebidos com festa por populares.

Três dias de júri

 

Na segunda-feira (16), primeiro dia do julgamento, depuseram uma ex-professora de Rafael e dois delegados que participaram da investigação. Na terça (17), os jurados ouviram familiares da vítima e da ré, como o irmão de Rafael e filho de Alexandra, o pai do menino, além do irmão e a mãe da acusada.

Comente essa notícia
Receba nosso informativo
diretamente em seu e-mail.