Terça-feira, 30 de Novembro de 2021
Telefone: (54) 3381.1550
Whatsapp: (54) 9 9940-1045
Curta nossa página no Facebook:
Clique para Ouvir
Tempo nublado
24°
12°
14°C
Soledade/RS
Tempo nublado
Ao Vivo:
Agricultura

Otimismo marca abertura oficial da colheita do trigo no Rio Grande do Sul

Otimismo marca abertura oficial da colheita do trigo no Rio Grande do Sul
19.10.2021 10h01  /  Postado por: Departamento de Jornalismo

Em meio a um cenário positivo para a safra de trigo, com aumento de área e de preço, foi aberta oficialmente nesta segunda-feira (18/10) a colheita do trigo no Rio Grande do Sul. A cerimônia aconteceu na Fazenda Santa Terezinha, em Cruz Alta. Até o momento, as máquinas já colheram mais de 5%, ou seja, aproximadamente 60 mil hectares de uma produção estimada pela Emater/RS-Ascar em 3,59 milhões de toneladas.

Puxado pela demanda aquecida, o preço do trigo subiu. A saca de 60 kg, em média, vale R$ 80,70. No mesmo período do ano passado o produto era cotado em R$ 62,13.

A confiança dos produtores no cereal elevou o trigo à principal safra de inverno, à frente da aveia branca grãos (799.714 t), cevada (129.934 t) e canola (55.672 t). A área cultivada com o grão no Estado superou um milhão de hectares, o que não acontecia desde 2014. Dos 915,7 mil hectares cultivados na safra do ano passado neste ano a área cultivada foi de 1.177.487 hectares.

Em que pesem perdas registradas, principalmente no Noroeste gaúcho, o cenário é “positivo”, na avaliação de Tarcísio Minetto, coordenador da Câmara Setorial do Trigo, uma das 23 câmaras setoriais da Secretaria Estadual da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr). “Se o clima ajudar, podemos colher a melhor safra de trigo do Rio Grande do Sul, com a retomada do aumento de área e com preços interessantes”, disse Minetto.

Em Cruz Alta, existem 23.400 hectares cultivados com o grão, crescimento de 30% em relação aos 18 mil hectares registrados pela Emater/RS-Ascar no ano passado. Segundo a extensionista rural da Emater/RS-Ascar, Larissa dos Reis, a produtividade estimada para esta safra, no município, é 3 mil kg/ha.

Cruz Alta, na região Noroeste, se destaca na produção de grãos. O gerente da Emater/RS-Ascar da região de Ijuí, Carlos Turra, mencionou que áreas tradicionais de milho, por exemplo, que neste ano devem corresponder a 92 mil hectares, poderiam voltar a plantar trigo. “Poderia, quem sabe, haver um avanço na área do trigo, já que há espaço para ampliação de área”, analisou Turra.

Também participaram da abertura oficial da safra de trigo a secretária estadual da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural, Silvana Covatti, que representava o governador Eduardo Leite, o senador Lasier Martins, a prefeita de Cruz Alta, Paula Librelotto, os deputados federais Pedro Westphalen, Bibo Nunes e Alceu Moreira, o presidente da Assembleia Legislativa do RS, deputado Gabriel Souza, o presidente da Câmara Municipal de Vereadores, Mateus do Amaral, o comandante da AD3, general de Brigada, Moises da Paixão Júnior, e o presidente da Câmara Setorial da Cadeia Produtiva de Culturas de Inverno, Hamilton Jardim.

 

Foto: Cleuza Brutti

Assessoria de Imprensa da Emater/RS-Ascar – Regional de Ijuí
Jornalista Cleuza Noal Brutti

Comente essa notícia
Receba nosso informativo
diretamente em seu e-mail.