Quarta-feira, 30 de Setembro de 2020
Telefone: (54) 3381.1550
Whatsapp: (54) 9 9940-1045
Curta nossa página no Facebook:
Clique para Ouvir
Tempo nublado
27°
18°
28°C
Soledade/RS
Tempo nublado
Ao Vivo:
Geral

Sociedade de Oftalmologia estima queda de mais de 50% em consultas e cirurgias

Sociedade de Oftalmologia estima queda de mais de 50% em consultas e cirurgias
07.08.2020 10h04  /  Postado por: Departamento de Jornalismo

A Sociedade de Oftalmologia do Rio Grande do Sul (Sorigs) estima uma redução de 56% em consultas e 78% nas cirurgias durante a pandemia de Covid-19. O levantamento foi feito com base em dados de hospitais de referência e oftalmologistas associados a Sorigs. A queda preocupa a instituição, que faz um alerta à população sobre a importância da realização de exames oftalmológicos periódicos.

“Sessenta por cento das doenças oftalmológicas são prevenidas se diagnosticadas precocemente. Essa prevenção, contudo, é feita com a visita periódica ao oftalmologista e a realização de exames oftalmológicos completos, os quais detectam doenças graves como glaucoma, degeneração macular, retinopatia diabética, entre outros problemas que podem levar a perda de visão”, destaca a presidente da SORIGS, Terla Castro.

A presidente da instituição reforça ainda a importância de que os procedimentos oftalmológicos, os quais incluem a prescrição de óculos, sejam realizados por médicos oftalmologistas de modo a garantir a saúde ocular da população. “ O exame de prescrição de óculos e lentes de contato não é dissociado do exame oftalmológico completo, uma vez que a refração depende de um exame ocular mais minucioso e muitas doenças alteram a medida da refração, podendo induzir à erros na prescrição dos óculos”, pontua.

Durante a pandemia os atendimentos estão ocorrendo seguindo os protocolos de segurança recomendados pelo Conselho Brasileiro de Oftalmologia. No consultório, além dos horários mais espaçados para evitar aglomeração, médicos e pacientes devem usar máscaras cirúrgicas e fazer higiene frequente das mãos. Em caso de atendimento de paciente suspeito ou confirmado de COVID19, os profissionais devem usar equipamentos de proteção individual como touca, óculos de proteção com abas laterais, protetor facial, máscara N95 ou PFF2, luvas e capote. “Estão sendo tomados todos os cuidados para que a população não fique desassistida. Como algumas doenças oculares são silenciosas, reforçamos a importância da realização do exame oftalmológico completo regularmente”, enfatiza Terla Castro.

Ouça a entrevista no player com a Diretora de defesa de classe da Sorrigs, Dra. Letícia Pletsch.

Comente essa notícia
Receba nosso informativo
diretamente em seu e-mail.