Quarta-feira, 12 de Dezembro de 2018
Telefone: (54) 3381.1550
Curta nossa página no Facebook:
Clique para Ouvir
27°
21°
23°C
Soledade/RS
Noite nublada
Ao Vivo:
Geral

Fomos atingidos sem saber por que, nem por quem”, diz filha de passageira de caminhão morta por pedra na BR-386

Marta Albert Porto morreu em atendimento em Passo Fundo para onde foi levada após sofrer acidente em Fontoura Xavier
Fomos atingidos sem saber por que, nem por quem”, diz filha de passageira de caminhão morta por pedra na BR-386
04.07.2018 12h28  /  Postado por: Departamento de Jornalismo

Enquanto sofre com a dor perda, Paula Albert, 26 anos, junta forças para tentar entender as circunstâncias em que sua mãe repentinamente perdeu a vida. Na tarde da última segunda-feira (2), Marta Albert Porto, 48 anos, sofreu um acidente ainda sem explicação quando viajava pela na BR-386, em Fontoura Xavier, a cerca de 440 quilômetros de onde morava, em Capão do Leão.

Natural de Faxinal de Soturno, a dona de casa era passageira em um caminhão com o marido, o caminhoneiro Paulo Porto, quando foi atingida por uma pedra que quebrou o parassol do veículo e atravessou o vidro. Segundo Paula, os dois eram muito parceiros e Marta gostava de acompanhar o marido em algumas viagens.

— Eles estavam vindo para Fontoura Xavier, quando meu pai escutou o estouro, olhou e ela estava caída com o cinto, com muito sangue. Não se sabe de onde veio a pedra, mas veio com muita força. A gente quer entender o que aconteceu. É inacreditável, inaceitável que alguém tenha jogado intencionalmente —  afirma Paula.

Após ouvir o estrondo e se dar por conta do que aconteceu, Paulo pediu ajuda a motoristas na rodovia, sem sucesso. Desesperado com o estado da mulher, que ainda respirava com dificuldade, foi dirigindo até Soledade, onde Marta recebeu o primeiro atendimento  e foi encaminhada a Passo Fundo. Ela veio a falecer algumas horas depois, por volta das 17h.

Como o motorista se deslocou por conta até o hospital, a Polícia Rodoviária Federal não foi informada de nenhuma ocorrência no trecho. Ainda não se sabe de que forma a pedra foi arremessada, intencionalmente ou se por outro veículo.

O boletim de ocorrência foi feito em Passo Fundo. Segundo a filha, o caminhão foi encaminhado pela Polícia Civil à Brigada Militar de Fontoura Xavier, para que tirassem fotos, e já foi liberado. O corpo de Marta será velado às 15h desta quarta-feira (4), na capela da cidade de Santos Anjos, no município de Faxinal do Soturno.

— Não existem palavras que confortem. Ela está deformada… Minha mãe sempre foi uma mulher vaidosa, bonita.  O sentimento é de tristeza e raiva. Fomos atingidos sem saber por que, nem por quem — lamenta a filha

Fonte: Gaucha ZH

Ratificação:

Segundo informações do Hospital Santa Terezinha de Fontoura Xavier, o primeiro atendimento ocorreu na casa hospitalar, onde posteriormente, a vítima foi trazida pela ambulância da Secretaria da Saúde de Fontoura Xavier para o Hospital Frei Clemente de Soledade, de onde Marta seguiu para Passo Fundo.

 

Comente essa notícia
Receba nosso informativo
diretamente em seu e-mail.