Terça-feira, 11 de Dezembro de 2018
Telefone: (54) 3381.1550
Curta nossa página no Facebook:
Clique para Ouvir
31°
18°
26°C
Soledade/RS
Ensolarado
Ao Vivo:
Agricultura

Expodireto termina com R$ 2,1 bilhões em negócios

Expodireto termina com R$ 2,1 bilhões em negócios
16.03.2015 08h06  /  Postado por: upside

Com a direção da Cotrijal aplaudindo em pé a imprensa que trabalhou em Não-Me-Toque, encerrou a 16ª edição da Expodireto em 2015. Em entrevista coletiva, o presidente, Nei César Mânica, e vice-presidente, Enio Schroeder, anunciaram os números oficiais ao lado de colaboradores que lideram as comissões organizadoras. \”Os nossos objetivos foram alcançados, que era organizar uma exposição em cima de um norte que traçamos há 15 anos, com uma definição muito clara do que queríamos: inovação, tecnologia e oportunidade de negócio. Nos orgulhamos em dizer que nunca perdemos esse foco\”, apontou, comentando que a prova disso é o fato da Expodireto Cotrijal ser renomada internacionalmente.
Ele destacou a qualidade dos produtos e serviços apresentados durante a feira, dizendo que a cada 14 meses há uma inovação de 100% da tecnologia de informações com relação ao agronegócio. Enfatizando a realização de grandes eventos, tanto os já tradicionais, os que estão se consolidando e os que iniciaram em 2015.
O total geral de negócios dos 530 expositores encerrou em R$ 2.182.196 bilhões. Desse total, os bancos contabilizaram R$ 1.596.000 bilhões; já os bancos de fábrica somaram um total de R$ 237.800 milhões; recursos próprios fecharam em R$ 110.028 milhões; o Pavilhão Internacional teve R$ 237.514 milhões; e a agricultura familiar teve um acréscimo de 5%, contabilizando R$ 854 mil. Apesar da queda de comercialização, o gestor avaliou positivamente o número e a qualidade dos negócios fechados. \”Dentro do cenário atual do país, em que vivemos um cenário político complicado, um cenário econômico difícil, com inflação, taxas de juros elevadas, redução de crédito, o dólar disparando, enfim, toda essa instabilidade. Nós acreditamos que os números são muito positivos, assim como fizeram a avaliação o grande número de expositores\”, declarou, dizendo que os expositores acreditam que o índice de aprovação nesse ano será maior que em 2014 e nos anos anteriores. \”Aquela euforia dos anos anteriores de fazer pedido em função de taxa barata, longos prazos, recursos abundantes, nesse ano não ocorreu. Os pedidos que entraram já foram pré-aprovados, de um produtor com firmeza que vai financiar. Então os expositores estão satisfeitos, acreditando que o índice de aprovação será melhor do que foi no ano passado\”, contou.
PÚBLICO – O público total que passou pelo parque em Não-Me-Toque nos cinco dias de evento totalizou 230.100 pessoas. O primeiro dia foram 21.900, o segundo 50.400, o terceiro 70.200, o quarto 57.100 e o último dia o público registrado foi de 30.500.
INDICADORES MONITORADOS – Outro dado divulgado foi a área utilizada, de 84 hectares. O número de expositores foi de 530 (5% superior com relação ao ano passado). O número de colaboradores próprios da Cotrijal somou 170 e os terceirizados foram 807, totalizando 977 funcionários que fizeram a Expodireto acontecer – número 9% superior à 15ª edição. Atendimentos efetuados pela ambulância foi de 24, já os de enfermagem e médicos contabilizaram 291.O número de expositores pode área foi de 530, sendo 168 do setor de máquinas e equipamentos, 51 de produção geral, 38 de produção animal, 32 de empresas do pavilhão 1 e 2, 32 de laboratórios no pavilhão 7, 12 de imprensa, 14 na área central, 172 da agroindústria familiar e 11 no pavilhão internacional.

Comente essa notícia
Receba nosso informativo
diretamente em seu e-mail.