Sexta-feira, 16 de Novembro de 2018
Telefone: (54) 3381.1550
Curta nossa página no Facebook:
Clique para Ouvir
23°
12°
17°C
Soledade/RS
Noite limpa
Ao Vivo:
Geral

Com pedágio de R$ 4,30, Grupo CCR vence leilão e assume quatro BRs no RS

Com pedágio de R$ 4,30, Grupo CCR vence leilão e assume quatro BRs no RS
01.11.2018 11h39  /  Postado por: Departamento de Jornalismo

Com proposta de R$ 4,30 para a tarifa de pedágio, o Grupo CCR venceu nesta quinta-feira (1º) o leilão da Rodovia de Integração do Sul (RIS), pacote que inclui a concessão das BRs 101, 290(somente no trecho da freeway, da Capital a Osório), 386 (entre Canoas a Carazinho) e 448 (Rodovia do Parque) pelos próximos 30 anos.

O Grupo CCR, maior concessária rodoviária do país, responsável, por exemplo, pela administração da Via Dutra (SP) e da Ponte Rio-Niterói (RJ), participou do leilão por meio de seu braço estratégico, a Companhia de Participações em Concessões (CPC).

No total, cinco propostas foram abertas publicamente na manhã desta quinta-feira (1º) na sede da Bolsa de Valores (B3), em São Paulo. O Grupo CCR apresentou a menor tarifa, 40,53% abaixo do teto estipulado no edital, cujo valor era de R$ 7,24.

Os demais participantes do leilão foram: EcoRodovias, que ofereceu pedágio de R$ 4,56; consórcio espanhol Sacyr (R$ 5,25); Infraestrutura Brasil Holding (R$ 4,43) e Consórcio Integra Sul (R$ 5,27).

Abrangendo 32 municípios gaúchos e 473,5 quilômetros de estradas, a concessão exige investimento de R$ 7,8 bilhões em obras e R$ 5,6 bilhões em manutenção e operação. Tudo será bancado pelos usuários, por meio de sete praças de pedágio, que terão valor único de R$ 4,30 em cada sentido.

O contrato com a empresa vencedora será assinado em 9 de janeiro, já no governo de Jair Bolsonaro. A partir daí, a concessionária terá um mês para iniciar a recuperação das estradas e a cobrança de pedágio, que inicialmente será apenas nas praças da freeway, em Gravataí e Santo Antônio da Patrulha. A cobrança nos demais pontos — quatro ao longo do trecho concedido da BR-386 e uma na BR-101 — está previsto para março de 2020.

Fonte: GauchaZH

Comente essa notícia
Receba nosso informativo
diretamente em seu e-mail.